Colégio Santa Clara

Redes

PROCURA-SE UMA ESCOLA #HUMANIZADA

Data: 23 de agosto de 2017

Entre questionamentos, vivências, pontos e contrapontos de culturas, saberes e povos diferentes e diferenciados que se encontraram no Congresso Internacional de Diretores UNOI-Santiago/Chile, e a todos a quem possa interessar, alguns pensamentos e convicções, serão compartilhados.

De que escola viemos? Que escola temos? Qual escola queremos? Que escola precisamos para formar alunos aptos a abraçar profissões que ainda nem existem? Que informações repassar aos nossos educandos, se estas tornam-se vertiginosamente obsoletas?

A sociedade moderna exige, de todos os envolvidos com educação, que CONJUNTAMENTE, busquemos alternativas, formas, procedimentos, recursos e metodologias mais avançadas e eficazes na e para a preparação de todos os indivíduos – EU- VOCÊ- NÓS – que necessitarão lutar pela sobrevivência e preservação da espécie humana no Planeta Terra.   

INTERAÇÃO, COOPERAÇÃO, PARTICIPAÇÃO, SUSTENTABILIDADE, CONSCIENTIZAÇÃO, PRESERVAÇÃO DAS ESPÉCIES, já são tarefas de casa encaminhadas a TODOS NÓS e kit de sobrevivência insubstituível e vital para as gerações x, y, w, z e alpha.

Por conseguinte, a nave da FORMAÇAO HUMANA já aterrissou no Planeta Terra. A fim de assegurar a continuidade do Planeta e da espécie humana, os terráqueos foram avisados que necessitarão – desde já – serem providos de, dentre outros atributos: RESILIÊNCIA, CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA E INTERPLANETÁRIA, PENSAMENTO COMPUTACIONAL, INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL.

As pessoas mais atentas, conseguiram também ouvir que a INFORMAÇÃO não mais sobreviveu, sendo substituída pelas HABILIDADES E COMPETÊNCIAS, que imperarão por tempo indeterminado!

Enfim, em tempos modernos, onde a tecnologia chegou para evoluir e permanecer, a INTEGRIDADE HUMANA, ESPIRITUAL, MORAL E ÉTICA do ser humano tornou-se, não apenas necessária, mas indispensavelmente VITAL!

E para não me alongar, nas palavras da escritora e ensaísta Paula Sibília, deixo o seguinte questionamento:  “( …) Que tipos de corpos e subjetividade gostaríamos de forjar hoje, pensando tanto no presente como no futuro de nossa sociedade? (…)  De que tipo de escola – ou substituto dela – necessitamos para alcançar esse objetivo?”

Neste ensejo, sinta-se à vontade para compartilhar conosco seu pensamento.

Elenita Israel – diretora CSC

Especialista em Educação Infantil, Séries Iniciais e Direito Educacional.

Veja Também

Endereço

Rua Boanerges Pereira de Medeiros, 1167
Santa Catarina, Brasil
CEP: 88650-000 ‎
Tel.: (49) 3278-4126
Fax: (49) 3278-4095

Como Chegar

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos