Colégio Santa Clara

Redes

Leitura e escrita no século XXI

Data: 07 de agosto de 2018

Por volta de 3000 a.C o primeiro pictograma foi escrito na parede de uma caverna qualquer. Quem escreveu não fazia ideia de que mudaria todo o curso da história e da humanidade. Não se sabe ao certo o que impulsionou essa pessoa a registrar seus feitos, mas sabemos que essa ideia não veio do nada, ela foi resultado do conhecimento acumulado durante milhares de anos pelas sociedades da época.

A escrita se desenvolveu ao longo das eras e finalmente chegou ao formato que conhecemos hoje. Há alguns anos atrás a escrita e a leitura eram considerados sinais de riqueza, luxuria e prestígio, mas, para quem vive na Era da Informação, saber ler e escrever é uma forma de sobrevivência. 

Os brasileiros estão prestes a se tornar uma espécie em extinção.

Segundo dados do IBOPE (2005), no Brasil há aproximadamente 14 milhões de analfabetos absolutos e um pouco mais de 35 milhões de analfabetos funcionais. O analfabetismo funcional atingiu cerca de 70% da população.

Frente a essa realidade é necessário que se tome uma atitude urgente. O atual contexto histórico e social não nos permite apenas decodificar o que está escrito. Conhecer os caracteres não é suficiente. Precisamos ler, interpretar e inferir o tempo todo. Não apenas as letras, mas tudo o que nos cerca.

A falta de leitura priva o ser humano de encontrar um caminho melhor. Ou de encontrar qualquer caminho. Não há como evoluir sem ler, sem escrever. Essa é a forma como o conhecimento vem sendo passado geração após geração. Caso o advento da escrita não tivesse acontecido, ainda teria que se inventar a roda cada vez que fosse necessário uma.

A tecnologia faz as informações correrem a uma velocidade nunca vista antes. Mas apenas conhecer os fatos não nos faz leitores. Precisamos entender os contextos. Precisamos avaliar o que lemos cuidadosamente. E, como qualquer outra habilidade, a leitura, de livros ou da realidade, necessita de prática constante. Comece lendo para o seu filho, mesmo que ele ainda não conheça as letras, mesmo que ele ainda não goste. Mesmo que você não goste. Precisamos a cada dia mais da leitura e da escrita. A globalização nos exige isso. E como o IBOPE nos mostrou, ainda não estamos nem perto do ideal.

 

 

Sheila da Cruz,

Graduanda em Letras – Português e Inglês.

Veja Também

Endereço

Rua Boanerges Pereira de Medeiros, 1167, Urubici, Santa Catarina, Brasil
CEP: 88650-000 ‎
Tel.: (49) 3278-4126
Fax: (49) 3278-4095

Como Chegar

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos